10 Dicas para manter seu cão feliz e saudável

Quer ver seu cão ainda mais feliz e saúdavel? Confira essas 10 dicas que selecionamos!

1) Atenção ao escolher seu cão

No momento em que optar por levar um pet para casa, considere o espaço disponível, o tempo que você poderá dedicar a ele, o nível de atividade da raça, o tamanho que o filhote deve alcançar quando adulto. Pessoas que passam muito tempo em casa e fazem poucas atividades em ambientes externos se darão melhor com cães de raças mais tranquilas e companheiras, como shih tzu, yorkshire, buldogue inglês. Já as pessoas que tem bastante espaço e são amantes de atividades como corrida, passeios ao ar livre, terão grandes companheiros em cães das raças labrador, golden retriever, entre outros. A dica é: pesquise muito antes de escolher a raça do seu cão. Uma dica ainda melhor é adotar um cão sem raça definida e adulto, pois nesse caso já se sabe dos hábitos e comportamentos do cão (agitado ou calmo, late muito ou fica tranquilo sozinho, gosta de brincar ou prefere muito carinho no colo do tutor, etc.)

2) Eduque seu cão!

Para uma boa convivência, é essencial mostrar ao novo morador da casa qual é o seu espaço, onde deve urinar e defecar, onde pode ou não subir, onde deve dormir. Além disso, é importante permitir ao filhote contato com pessoas além dos moradores da casa, para que aprenda a se socializar e conviva bem com quaisquer convidados. É interessante que o cão tenha alguma rotina definida, como horários para se alimentar e passear - mas nada impede que essa rotina seja quebrada as vezes - principalmente quando se tratar de um passeio mais longo em uma manhã de domingo ;)

3) Leve seu cão para um check up veterinário ao menos uma vez por ano

A avaliação anual é importante para que alguns problemas de saúde sejam identificados e tratados antes mesmo do surgimento dos sintomas! A prevenção é o segredo nos cuidados com a saúde do seu pet!

4) Mantenha as vacinas, vermífugo e medicações preventivas contra pulgas, carrapatos e leishmania em dia

O médico veterinário do seu cão irá definir junto com você um programa de prevenção de vermes, pulgas, carrapatos e leishmania - siga a risca!

5) Diariamente, dedique um tempo exclusivo ao seu cão

Separe todos os dias um tempo para se dedicar exclusivamente ao seu animal - longe de tvs, celulares e computadores! Neste tempo vocês farão o mais gostam: vale encher de carinho, brincar de pega-pega, passear pelo quarteirão, jogar a bolinha para ele... É neste tempo que vocês constroem esse laço de amizade e amor que é único e apenas aquele cão pode te oferecer!

6) Passeie!

Se os passeios diarios não forem possíveis, faça deste ao menos um hábito dos finais de semana. É que para o seu cão nada é mais incrível do que passear pela cidade e poder sentir uma infinidade de cheiros que ele não sente em casa! Quando feitos diariamente, os passeios são um ótimo exercício físico e estão diretamente ligados a saúde do seu cão - assim como para os humanos, cães sedentários têm maiores riscos de desenvolver algumas doenças!

7) Cuide da alimentação

Fornecer uma ração de boa qualidade é essencial para a saúde do seu cão, solicite ao médico veterinário uma avaliação nutricional e definam juntos qual a melhor opção para o seu pet! Alguns petiscos podem ser permitidos de vez em quando, mas evite dar alimentos além da ração todos os dias, pois isso aumenta o risco de obesidade! Além disso, alguns alimentos que nós comemos normalmente são tóxicos para os cães, como cebola, alho, chocolate e uva... Fique atento!

Uma boa opção atualmente é oferecer para os cães alimentação natural, a base de carne, legumes e frutas - cuidado, não se trata de oferecer restos de comida! Esta dieta deverá ser formulada por um médico veterinário especialista na área para que seja nutritiva e balanceada. Seu animal estará livre de conservantes, corantes e demais aditivos das rações!

8) Cuide dos dentes

É essencial que os dentes dos cães sejam escovados todos os dias. Escovar uma vez por semana, apenas quando toma banho, não vale, hein? O ideal é acostumar o cão desde filhotinho a este hábito, mas cães adultos também podem aprender! Associe a escovação a alguma atividade que o cão gosta muito: passeie, brinque ou faça muito carinho logo após a escovação.

É importante utilizar os produtos adequados para a escovação, solicite uma sugestão ao médico veterinário do seu pet!

9) Esteja atento

Ninguém conhece seu cão melhor do que você. Esteja atento a qualquer mudança no comportamento, apetite, rotina... Isso pode indicar que seu animal está com algum problema e você precisará ajudá-lo!

10) Ame MUITO!

Nada deixará seu cão mais feliz do que perceber o seu amor por ele! <3


      Sílvia Trindade é médica veterinária especialista em clínica médica de cães e gatos pela UFMG e mestre em ciência animal pela UFMG.