Otoguard

R$80,90

Imagem meramente ilustrativa

Laboratório: CEPAV

Descrição: OTOGUARD combina um antifúngico (cetoconazol), um antibacteriano (tobramicina), um antiinflamatório (dexametasona) e um anestésico local (lidocaína). As atividades de cada um dos princípios ativos se complementam para controlar de forma eficaz e segura, as infecções fúngicas e bacterianas, a inflamação e a sensibilidade dolorosa localizada do canal auditivo, restaurando a função auditiva e aliviando o desconforto causado pelas otites externas.

Indicações: OTOGUARD é indicado para o tratamento das otites externas agudas e crônicas, bacterianas ou micóticas de cães e gatos resultante de infecções causadas por microrganismos sensíveis ao cetoconazol ou à tobramicina incluindo bactérias (Staphylococcus aureus, Staphylococcus intermedius, Proteus vulgaris, Pseudomonas aeruginosa, etc.) e fungos e leveduras (Microsporum spp., Trichophyton spp., Malassezia pachydermatis, Candida spp.). Estes organismos freqüentemente atuam como agentes oportunistas ou patógenos concorrentes que podem complicar quadros clínicos já estabelecidos.

Descrição


Associação de antimicrobiano, antifúngico, antiinflamatório e anestésico para o tratamento das otites externas de cães e gatos.


FÓRMULA:
Cada 100 mL contém:

Cetoconazol.................................................1,000 g***
Sulfato de tobramicina..................................0,380 g***
Fosfato sódico de dexametasona....................0,132 g***
Cloridrato de lidocaína .................................1,900 g***
Veículo q.s.p...........................................100,000 mL

                                                  * equivalente a 0,3 g de tobramicina
                                                  ** equivalente a 0,1 g de dexametasona
                                                  *** equivalente a 1,5 g de lidocaína

GENERALIDADES:
A associação de antimicrobianos, antifúngicos, antiiflamatórios e anestésicos para o tratamento das otites agudas e crônicas é um recurso terapêutico já consagrado no mundo todo e de grande valia na clínica veterinária, o que justifica, do ponto de vista farmacodinâmico, a sua associação.

OTOGUARD combina um antifúngico (cetoconazol), um antibacteriano (tobramicina), um antiinflamatório (dexametasona) e um anestésico local (lidocaína). As atividades de cada um dos princípios ativos se complementam para controlar de forma eficaz e segura, as infecções fúngicas e bacterianas, a inflamação e a sensibilidade dolorosa localizada do canal auditivo, restaurando a função auditiva e aliviando o desconforto causado pelas otites externas.

O cetoconazol é uma droga sintética pertencente ao grupo dos imidazóis, de atividade antifúngica de amplo espectro, tendo também ação em leveduras e em algumas bactérias, principalmente Gram-positivas. O mecanismo fungistático do cetoconazol consiste na inibição da biossíntese do ergosterol e na sua união aos fosfolipídeos da membrana da célula fúngica. Ambos os mecanismos alteram a permeabilidade da membrana permitindo a saída de conteúdo celular. Além disso, parece haver uma inibição da atividade da citocromoxidase C e da peroxidase, o que ocasiona um aumento de peróxido intracelular.

A tobramicina, pertencente ao grupo dos aminoglicosídeos, é uma desoxikanamicina natural produzida pelo Streptomices tenebrarius que tem maior atividade antibacteriana e menor toxicidade que a kanamicina e atua inclusive em cepas resistentes à gentamicina.

A dexametasona é um corticosteróide de pronunciada atividade antiinflamatória inclusive quando utilizada por via tópica, capaz de aliviar a inflamação e abrir caminho para uma melhor atuação dos antimicrobianos da fórmula.

A lidocaína é uma substância hidrossolúvel de poder anestésico local imediato, mais potente e abrangente que uma concentração idêntica de procaína, proporcionando uma ação correspondente ao dobro da procaína em potência anestésica e em área atingida.

INDICAÇÕES:
OTOGUARD é indicado para o tratamento das otites externas agudas e crônicas, bacterianas ou micóticas de cães e gatos resultante de infecções causadas por microrganismos sensíveis ao cetoconazol ou à tobramicina incluindo bactérias (Staphylococcus aureus, Staphylococcus intermedius, Proteus vulgaris, Pseudomonas aeruginosa, etc.) e fungos e leveduras (Microsporum spp., Trichophyton spp., Malassezia pachydermatis, Candida spp.). Estes organismos freqüentemente atuam como agentes oportunistas ou patógenos concorrentes que podem complicar quadros clínicos já estabelecidos.

A eficácia da tobramicina como agente anti-bacteriano, com atividade contra bactérias Gram-negativas e Gram-positivas, está bem documentada na literatura. Estudos detalhados mostram uma atividade significante do cetoconazol contra importantes fungos e leveduras tais como Microsporum spp., Trichophyton spp., Candida spp. e Malassezia pachydermatis.

A dexametasona é um corticosteróide que inibe o processo inflamatório associado às otites. A lidocaína é um potente anestésico local, cuja função é diminuir a sensibilidade dolorosa relacionada às otites. (Ref. 4 e 5)

POSOLOGIA E MODO DE USAR:
Uso tópico em instilação no canal auditivo.

Antes da aplicação de OTOGUARD, remover o cerúmen, pus, crostas ou outros materiais existentes no canal auditivo e em seguida instilar 5 a 15 gotas no ouvido com problema. Após a aplicação, massagear suavemente a região por 15 a 20 segundos para favorecer a penetração do medicamento.

No caso de processos crônicos e/ou recidivantes, recomenda-se a realização prévia de exames de cultura da secreção otológica, seguidos de antibiograma para avaliar o grau de sensibilidade dos agentes isolados frente à tobramicina e ao cetoconazol.

Nas infecções agudas, repetir o tratamento 2 a 3 vezes ao dia durante 7 dias ou até o completo desaparecimento das lesões e sintomas. Nos casos crônicos, recomenda-se a aplicação do produto por um prazo de 21 dias ou até completo desaparecimento dos sintomas.

A critério do Médico Veterinário, o esquema de tratamento poderá ser modificado. (Ref. 1,2,3 e 4)

CONTRA INDICAÇÕES:
O produto é contra-indicado em casos de animais com sensibilidade comprovada aos componentes da fórmula.

PRECAUÇÕES:
Evitar o contato do produto com os olhos e mucosas.

BIBLIOGRAFIA:
1.Prescott, J.F. & Baggot, J.D.: Terapêutica antimicrobiana veterinária. Edit. Acribia, S.A.
2.Booth, N.H. & McDonald, L.E.: Farmacologia e terapêutica em veterinária. Edit. Guanabara Koogan
3.Kiss, G.; Radvány S.Z. & Szigeti, G.: New combination for the therapy of canine otitis externa, microbiology of otitis externa. J. of Small Animal Practice, 38:51-56 (1997).
4.Hariharan, H. et alli: Antimicrobial drug susceptibility of clinical isolates of Pseudomonas aeruginosa. Can. Vet. J., 36: 166-168 (1995).
5.Scott, D.W.; Miller Jr., W.H. & Griffin,C.E.:Small Animal Dermatology. 5th edition. W.B. Saunders Company.

VENDA SOB PRESCRIÇÃO DO MÉDICO VETERINÁRIO

Responsável Técnico: Dr. Fábio Alexandre Rigos Alves - CRMV/SP 9321
Licenciado no Ministério da Agricultura sob número 7.381 em 05/07/2000.

APRESENTAÇÃO:
Frascos plásticos conta-gotas contendo 10 mL, 15 mL, 20 mL, 30 mL e 50 mL.

Comentários